Capítulo 9: No Training

Era inevitável desta vez Marjorie não acordar mais cedo. Os raios solares invadem os sonhos da garota que imaginava estar sendo queimada por causa da ardência em sua pele. Agita-se de repente e grita assustando quem estivesse por perto, seus companheiros só não dão tanta importância por estarem acostumados com suas reações exageradas. Mais calma, volta a sua normalidade. O acampamento improvisado deles foi feito um pouco antes da cidade de Cyllage, perto de uma encosta de pedras com pouca vegetação presente. Uma fogueira entre eles que agora está apagada, pedras ao redor para demarcar as extremidades e cada um em seu saco de dormir enquanto os Pokémon dormiram do seu próprio jeito. Dentro da Ball, próximo ao treinador correspondente, em pé mesmo ou seu canto numa cama de folhas.

— Own… nunca mais durmo numa praia… — Contradizendo-se, logo em seguida volta a deitar e cobrindo o rosto com o próprio cabelo.

— Sem refresco desta vez. Levante. — Tinha um tom de triunfo na voz de Aren. Pela primeira vez não esperaria pela colega levantar a hora que quisesse.

— Chato… e tire esse sorriso da cara. Isso é bullying, sabia?! — Ela apenas reclama, mas já se levantava. Olha meio sonolenta para os lados — Onde está a Mel?

— Acordou bem cedo e saiu. Estava muito ansiosa para competir em natação e foi praticar um pouco. — Aponta para a garota ao longe na areia com outros participantes. — Ela disse que nos encontraria depois.

— Ei, err… então enquanto isso vamos treinar antes de enfrentar o Gym? — pergunta o Kaito, um pouco ansioso. Ele está terminando de guardar suas coisas na mochila.

— Agora não… está cedo, vamos comer antes! — protesta a Marjorie.

— Já comemos. Só falta você, Ralts e Scare. — Aren sorri esperando por alguma outra queixa.

— Quêê?!… seus desalmados, sempre fazem isso com a gente. É para nos esperar e comermos juntos! — Ela faz um pouco de manha, mas depois volta a olhar ao redor para procurar pelos Pokémon agora. Scare está dormindo de pé um pouco mais atrás deles. Ela o estranha assim porque, onde fica seus olhos está só um escuro ameaçador de suas “olheiras”. — Quantas vezes por semana ele come, hein? Só o vi comendo uma vez e foi uma vitamina…

— Uma vez por dia ou dia sim e dia não é o suficiente para ele. Quando fazendo atividades físicas geralmente come mais.

— E a Lonnie, cadê ela? — Marjorie nota agora sua ausência e a procura ao redor do acampamento enquanto sacode o Ralts para acorda-lo. — Ah, achei!

Lonnie, agora que oficializaram também o seu apelido, está na sombra de uma árvore pequena e magrinha arrumando seus pelos. Parece ter isso em comum com a Marjorie que normalmente acorda meio descabelada. Os outros Pokémon estão passeando pela praia. Ori está caminhando por perto e Slime ainda comia o seu café da manhã junto de Button e Ivy. Alex está sentado perto de Kaito. Ele observa curioso os humanos arrumando o acampamento enquanto espera por seu Treinador.

Depois de tudo arrumado e os dois Pokémon faltantes, acordados. Marjorie ainda em sua guerrinha, começa o dejejum só quando todos se juntam a ela, depois disso Aren e Kaito se preparam para organizar um treinamento.

{…}

— Eu quero curtir a praia, nada de assistir treinos. Está tendo competições e outras coisas aqui, não? Vamos dar uma olhada na cidade antes, e acho que eles também querem isso. — Marjorie se mete entre os dois que conversavam e aponta para os Pokémon ao redor deles.

— Ei! Não, pera… tem razão. — Aren desperta de sua ansiedade e presta atenção em seus companheiros que os aguardavam, quietos. — Nem perguntei o que vocês querem, não é? Foi mal… dar uma olhada na cidade antes será bom.

Kaito fica de cabeça baixa, constrangido. Despois que se recompõe chama seus Pokémon.

— O que querem fazer hoje?

Aren já fazia o mesmo. Marjorie sorri orgulhosa e um pouco convencida. Ela já planejava algo e convida os dois a brincarem no mar com ela. Terminam a viagem até a cidade onde a primeira parada seria em alguma loja para comprarem roupas de banho para os que não tinham consigo. A cidade está com sua praia muito movimentada, mas apesar disso se mostra um lugar muito tranquilo. Uma perfeita harmonia entre pessoas e natureza com o uso de esportes aquáticos, de pista e montanhas.

Tem uma pequena próxima a um Café. A boutique não é tão grande para que todos fiquem bem acomodados, por isso os Pokémon, com exceção dos de Marjorie, ficam todos em suas Ball’s até o término das compras.

De volta a praia e trajados em suas roupas de banho. Marjorie com um biquíni preto e cabelo preso no coque. Aren de bermuda preta com detalhes em flores azuis e camiseta branca. Kaito apenas com um short verde folha. Libertam novamente os monstrinhos que parecem animados. Eles normalmente têm seus dias calmos sempre acompanhando seus treinadores nas atividades deles, por isso não se importavam muito em tomar decisões como, escolher entre segui-los ou fazer algo por conta própria. São sossegados.

— E então? — Ela pergunta ansiosa para os dois garotos.

— Não gosto muito de praias, mas tudo bem. Vou tentar me divertir um pouco. — Aren responde tentando mostrar mais interesse do que tinha de verdade.

— Eu quero. Será bom esse descanso depois de ontem. — Kaito está mesmo interessado.

— Kaito, gostei de seu entusiasmo. E Aren, ponto negativo para você. Finja interesse com mais vontade ou nunca será um bom ator. — Marjorie está de frente para os dois e cruza os braços com ar sério.

— E eu? — Ralts para de frente para Marjorie e dá uns pulinhos no mesmo lugar enquanto aguarda.

— Ué? Pode tentar brincar com a gente mesmo ou tentar com um de seus colegas.

{…}

Ralts mesmo que não tivesse a mesma rotina de treinos e responsabilidades dos outros Pokémon, fica até mais empolgado que os demais com a chance de se divertir com quem nunca tinha brincado antes.

Marjorie e Kaito estão dentro d’água jogando com uma bola plástica colorida comprada ali perto. Aren para não ser obrigado a se molhar decide fazer um castelo de areia. Os peludos relutam em se molhar e até de pisar muito na areia, por isso afastados do mar. O restante ou não pode ou simplesmente não querem o mesmo.

— Que bom que vocês não vão treinar hoje! Agora podemos brincar, não é? Nunca tenho chance de estar muito tempo com um de vocês por estarem sempre ocupados.

— Na verdade, eu prefiro treinar por conta própria. — Ori responde indo logo embora.

“Eu não brinco de nada que me exija mover muito o corpo todo.” Scare dá de ombros.

“Acabei de arrumar meus pelos e não quero voltar a fazer isso hoje.” Lonnie cruza os braços.

O Pokémon fada se irrita com seus três principais amigos e segue a procura dos outros. Avista a raposa negra deitada sobre uma toalha com desenhos de Poké Ball’s em cores sortidas que está sob um guarda-sol. Ele está na companhia de Buterfree, que se refrescava com um suco bem adocicado. Ralts faz o mesmo convite.

“Sem chance, moleque.” Alex dá as costas e finge dormir.

“Eu não brinco, acho que nunca brinquei na verdade… vida de borboleta deve ser assim. Uma hora estamos procurando comida e outra fugindo de predadores. Ou quando nos damos conta já nem nos movemos mais e…” Botton começa a tagarelar sobre o assunto e Ralts sai de fininho.

Não foi desta vez.

De volta ao ponto de partida. O Pokémon fada reclama de não conseguir nada e se junta numa infeliz montagem de castelo com Aren.

{…}

— Voltei. Alguém sentiu minha falta?

Melizzana retorna ao grupo trajando um maiô preto com uma linha vertical vermelha em cada lateral dele. Sua enorme mochila nas costas com o seu Bulbasaur dentro tirando um cochilo.

— Mel! Achei que nem voltaria mais. — Marjorie corre da água para conversar melhor.

— É, eu demorei um pouco… mas voltei. Eu disse que voltava.

— Vai ficar com a gente na água? — Kaito perguntando mostrando a bola plástica.

— Er… não, por hoje chega. De natação foi apenas treino, mas cansei, viu? Será amanhã a competição dela.

— Junte-se ao Aren no castelinho dele então. Ele não é nada esportivo. — Marjorie ralha o garoto que ignora.

— Já notei isso. — Mel ri e as duas fazem piadinhas com ele.

— Eu estou aqui. — Aren se aborrece, mas é deixado de lado como sempre.

— Enfim. Posso ficar com vocês de novo? — Melizzana coloca com cuidado sua mochila no chão e se senta na areia acompanhada por Marjorie. Ela acaricia o Bulbasaur adormecido que se incomoda um pouco e sacode a cabeça, sem abrir os olhos.

— Claro que pode. Mas nada de acampar na praia de novo… por favor. — Marjorie faz uma expressão cômica de abatimento.

— Hm… tudo bem, farei esse sacrifício.

— Você não dorme em Pokémon Centers? Ou casas… — Kaito se junta as duas.

— Às vezes, é que eu prefiro o ar livre mesmo.

— Ah… ei, er… amanhã vamos treinar um pouco, se não for entre sua competição, pode me ajudar? — Marjorie olha feio para Kaito por um momento, mas não diz nada porque nem começou nada do dela.

— Se não atrapalhar, só uma lutinha, ok? E bem, já está anoitecendo e eu quero um banho antes de dormir.

— Eu também, e estou faminta! — Marjorie se levanta já a espera dos demais.

{…}

No dia seguinte as coisas parecem ter voltado ao normal em relação a Marjorie dormir até a hora que quisesse. Nenhum deles mostra interesse em acorda-la e começam a manhã com um aquecimento após o dejejum. Mel fica em cima do Aren para fazer os exercícios direito. Ele difere muito nisso comparado com o Ori.

— Que eu saiba, o líder do ginásio está participando de algumas das competições também. Então vocês têm bastante tempo para treinar e etc. — Mel anuncia aos presentes.

— Faz sentido… — Aren responde.

— Sabe quando ele estará livre? — Kaito pergunta, ansioso.

— Calma, guri. Ele não vai sair da cidade depois das competições. — Ela ri e dá uns tapinhas na cabeça do menor. — Vamos marcar o treino para depois do almoço? Prometo que volto nesse horário e aí teremos nossa lutinha.

— Sim, muito obrigado!

— Vocês parecem até irmãos — observa o Aren.

— Acho que seria legal ter um irmãozinho, sou filha única. — Kaito fica com os olhos brilhantes observando a Mel, e ela dá outro tapinha nele, chamando-o de “maninho”. — Enfim… vou indo. Mandem um “oi” meu para a Marjo depois.

Ambos respondem positivamente e assim ela dá meia volta, caminhando em direção ao local da largada do esporte que ela escolheu participar. E mais tarde será, enfim, o treino para desafiar o Gym, cujo o tipo eles ainda não tinham verificado.