Capítulo 3: Battle Gym: Lucario VS Surskit e Vivillon


Marjorie era observada pelo garoto e Pokémon num silêncio estranho, mas não desconfortável. Não era incomum existir pessoas com tal capacidade, mas encontra-los era um desafio. Muitos vivem isolados das pessoas por preferirem a companhia dos monstrinhos.
— Que foi agora? É muito comum pessoas como eu por aí.
Depois do que responde, corta Aren para não ser mais contestada por ele e volta a brincar com o Cacturne que tinha adorado a garota, mas não demora muito para voltar a falar com o garoto que já estava de volta ao seu lugar na mesa contentado em não fazer mais perguntas.
— Ei, por que deu o apelido de “Scare” para ele?
— Porque ele é um espantalho, ora… é feito pra assustar. — Responde, Aren, ele achava que era óbvia a referência.
— Ok! Isso até faz um pouco de sentindo…, mas só pra constar… ele é mais fofo que assustador!
Ralts vira a cara para Scare, quando esse tenta cumprimenta-lo já próximo a mesa com a garota, não aceitava a ideia do Pokémon espantalho ser o possível novo favorito da Marjorie.

{…}

Chegando no local do Gym elétrico, dentro da Prism Tower, são noticiados sobre o líder não estar presente, ele tinha saído em jornada para treinar e se aperfeiçoar como tal, voltaria em alguns meses. Em seu lugar estava um robô programado pelo próprio para substituí-lo enquanto fora, mas Aren queria batalhar com o próprio e dão meia volta.
Ainda estava cedo e seguem a procura de outro Gym, o mais próximo marcado no mapa ficava depois da Route 4, descendo pelo plaza onde estavam chegariam nela. E durante essa viagem Marjorie reclama da escolha do garoto de insistir em preferir desafiar o verdadeiro líder em vez de ficar e contentar-se com o de metal.
— Poxa, Aren… o que você contra os homens de lata?
— Nada, só que não é a mesma coisa.
— Eu queria ver o robô… esse tal líder de ginásio deve ser um gênio! — Seus olhos brilham imaginando como seria o tal líder.
— Melhor assim, poderá conhece-lo quando eu o enfrentar! — Aren pisca um dos olhos para Marjorie que bufa reconhecendo a derrota.
Logo esquecem sobre o robô quando chegam a Parterre Way, Route 4.
Uma rota linear ricamente florida, do começo ao fim dela era repleta de plantas bem cuidadas, labirintos de cerca viva, árvores de tamanho médio dispostas em intervalos de quatro ou cinco arbustos, e no centro dessa rota uma enorme fonte, a Perle Fountain, dourada e ornamentada por um par de Horsea, um de frente para o outro cuspindo água no centro desta sobre um Clamperl, e dele a água volta para o resto da fonte escorrendo por sua concha.
Reparando nas flores amarelas e vermelhas, via-se um movimentos suspeito… algumas pareciam flutuar sobre as demais! Eram pequenos Pokémon brancos agarrados cada um numa flor, identificados na Pokédex como: Flebébé, Pokémon de uma única flor, ou simplesmente “monoflor” caso prefiram. Eles tornavam o lugar mais mágico, flutuando entre as flores e próximos as pessoas que tinham no lugar, patinadores, colegiais e alguns Poké Fãs.
Os Pokémon selvagens variavam pouco entre os insetos, e entre alguns outros também. Caminhando pelo local encontraram um Ralts próximo as flores — um Ralts de verdade, e não um Kirlia com esse apelido —, ele se teleporta no instante em que se aproximam; e uma pequena e fofa gatinha, Skitty — Marjorie ficou muito tentada a ficar com ela, mas resistiu penosamente. — Aren foi desafiado por alguns jardineiros, todos eles usavam Corphish — Pokémon lagosta, são usados para ajudar na poda entre outros cortes.
Terminam aquela curta viagem chegando em Santalune City, cidade do próximo Gym que Aren tentaria desafiar naquele dia. É uma cidade murada encantadora, facilmente identificável pela grande fonte de Roselia — mas ainda era menor que a Perle — situada em seu centro. Muitos jardins e edifícios da cidade estão decorados com flores coloridas.
Muito tradicional, é onde a maioria dos Pokémon Trainers começam a sua jornada. Nela se preparam na Trainers’ School, melhor e mais tradicional escola da região, onde se aprende todo o básico sobre os monstros de bolso. Muitos dos estudantes vêm de cidades menores como Vaniville e Aquacorde, cidades situadas mais ao norte. E é no Gym de Viola onde os que se formam começam sua jornada para se tornar um mestre Pokémon.
— Awnn… Que cidade bonitinha! — Marjorie estava encantada, olhava para todos os lados indecisa sobre o que visitar primeiro. — Ah, tem uma loja bem ali! Vamos entrar!
Ela e Ralts se preparam para correr quando a garota tem seu braço segurado por Aren.
— Ei! Calma aí! — Solta o braço dela recuperando-se do movimento súbito. — Que tal primeiro visitarmos o Gym? Depois você passeia pela loja que quiser pelo resto do dia, ok?
Aren estava um pouco receoso sobre esse Gym também estar sem o líder.
— Hmm… tá bom… Você que está atrás de ginásios a manhã toda mesmo… — Um pouquinho chateada.
Como é um Gym? Que tipo de batalhas tem neles? — Ralts pergunta ansioso. Estava um pouco calado entre eles até então.
— Verá daqui a pouco quando eu enfrentar o meu primeiro Gym de Kalos! — Pausa para encarar o nada se sentindo esperançoso.
— E se tiver algum líder dentro… — Marjorie diz virando os olhos, e nisso recebe um olhar feio do garoto. — Que foi?
Ori mesmo tenta explicar um pouco para Ralts como é batalhar num Gym enquanto seus Trainers trocam algumas farpas. Scare estava dentro de sua Ball, esse não gostava de fazer longas caminhadas durante o dia.

{…}

— Esse aqui que é o tal Gym? Parece um museu… — Marjorie observa a grande construção dourada e de telhado verde musgo um pouco cética sobre aquilo ser mesmo um local para batalhas.
— Deve ser, todo ginásio tem essa plaquinha identificando-o como tal. — Aren aponta para uma placa que em parte tinha a forma de uma Poké Ball sobre um pedestal na frente do “Museu”.
Eles entram e a primeira impressão é a de estar realmente dentro de um museu, uma galaria de artes com fotografias da própria líder. Vários quadros espalhados pelas paredes brancas do local de Pokémon em seu meio selvagem, nenhum olhava cara a câmera, são naturais.
— Uau… que bonito! Agora eu tenho certeza, isso aqui não é um ginásio! — Marjorie cruza os braços certa do que disse.
Vou olhar os quadros!
Ralts sai andando pelo local observando os quadros mais de perto na companhia de Ori. O Lucario se mostra bastante familiarizado com o ambiente mesmo a maioria dos Gym não sendo daquele jeito.
— Um Gym galeria de arte… — Diz Aren um pouco nostálgico. — Me lembra muito um que enfrentei em Castelia, mas o líder de lá é um pintor.
— Então os líderes são todos artistas? Isso é um pouco estranho… — Ela começa a imaginar como seriam os próximos Gym’s.
Gym discoteca? Teatro? Ou uma galeria com estátuas de mármore desta vez.
— Alguns são, ser um Gym Leader é como um segundo emprego ou um hobbie… espera aí. — Ele para um pouco assombrado, volta a observar os quadros do local e nota que a maioria eram de insetos. Puxa sua mochila das costas e de dentro pega a Ultra Ball. — E se esse Gym, como o de Castelia, também for do tipo inseto?!
— E o que que tem se for de inseto? — Marjorie se preocupa com o garoto tão quieto observando a Ultra Ball.
— Droga… isso quer dizer que só o Ori vai lutar…
— Hã? Não entendi… e o Scare? Por que ele não vai lutar também? — Marjorie o olha toda confusa, arqueava uma das sobrancelhas esperando a resposta.
Aren não responde, em lugar disso ele suspira liberando o Cacturne da Ball.
— Veja por você mesma. Scare, que acha de batalhar contra insetos?? — O garoto sorri energético para o Pokémon que, num passo em falso para trás, cai pesadamente no chão.
— GRRUARR! — Scare rosna irritado e eriça seus espinhos, tinham até crescido alguns centímetros.
— Eepa! Q-que que deu nele?? Mais cedo ele se mostrou tão mansinho… — A garota dá um passo para trás de Aren um pouco pálida.
— Ele é super frágil a ataque de insetos… um só golpe desse tipo é o suficiente para derruba-lo. — Ri bobamente e acaricia o alto do chapéu de Scare para acalma-lo. — Preocupa não, você não enfrentar inseto algum.
Scare volta ao seu tom amigável e com seus espinhos ao tamanho que normalmente têm.
— É! E se isso aqui — Aponta para Aren que exclama um “ei” em protesto —, tentar te obrigar a lutar, puxarei sua orelha até ficar enorme!
— Oi! Vocês estão aqui para me desafiar?
É a Gym Leader que surge na entrada da galeria atrás deles. Ela tem a mesma altura de Aren e um rosto muito jovial, talvez fosse só um pouco mais velha que ele. pele clara, loira e olhos verdes. Seu cabelo preso deixava algumas mechas separadas do resto. Vestia uma camiseta branca bem simples, uma bermuda verde com vários bolsos e coturnos marrons. Em suas costas, uma mochila simples com uma garrafinha de água pendurado na lateral. Roupas e acessórios de quem aventura-se muito no meio selvagem.
Além desses detalhes, Viola segurava sua câmera fotográfica e tinha algumas folhas distribuídas por sua roupa e cabelo. Certeza que estava capturando imagens de Pokémon.
— Ah, oi! Err… sou só eu o seu desafiante. Me chamo Aren. — o garoto responde de imediato.
— E eu Viola. Bom, então vamos lá. Me sigam!
Ori e Ralts são chamados por seus responsáveis e todos a seguem para dentro da arena. O local era uma estufa enorme cheia de muitas plantas e alguns insetos que observavam escondidos os visitantes. Um contraste enorme comparando com o salão principal onde fica as fotografias.
Viola vai para o seu local do outro lado arena, deixando Aren a espera já e seu lugar.
— Vamos usar só dois Pokémon, ok? — Ela diz.
— Por mim está ótimo!
O juiz local se encontra próximo a arena com bandeiras de cores diferentes em cada mão, dita as regras, dão inicio a batalha.

cap3

Viola inicia a partida pondo para fora de sua primeira Poké Ball um Surskit, o Pokémon patinador.
Ele é bem pequeno e de forma arrendondada, era todo azul, só com a parte de cima de seu corpo amarelo, como num corte de cabelo em cuia, com um chifre central. Dois pontinhos pretos brilhantes para os olhos e bochechas rosadas, e claro, quatro finas e compridas pernas azuis.
Surskit fica deslizando de um lado e para o outro enquanto aguarda seu desafiante.
— Que pequeno… esse, o Ori, deve dar conta sozinho. — O Lucario já estava de frente para o pequeno Pokémon pronto em começar o desafio.
— Auurr! — Ori tenta se mostrar intimidador para o inseto que não recua muito.
Flash!! — Viola fotografa Ori.
— Muito bom, seu Lucario parece muito confiante. — Ela diz depois de admira-lo um pouco mais.
O primeiro comando de Viola foi para que Surskit use Ice Beam no chão, congelando-o sob o chacal que vacila um pouco tentando não escorregar naquela superfície lisa e gelada.
Depois de observar um pouco a situação, Aren manda Ori usar Earthquake, ele obedece firmando seus pés no chão e fazendo a terra se mover em reboliço, o tremor quebra todo o gelo atingindo Surskit com os fragmentos do mesmo. Aquilo não é o suficiente para deter o inseto aquático e quando mal tinha se recuperado é surpreendido por um Aura Sphere, que não é muito eficiente, mas foi o bastante para deixa-lo enfraquecido.
Um pouco aturdido, o inseto volta ao seu lugar na frente de Ori. Ele fica deslizando esperando mais comandos de Viola, mas essa estava com sua Poké Ball em mãos.
— Volte, Surskit! — Ele retorna para dentro da esfera enquanto a líder já segurava a de seu próximo Pokémon.
Aren mantinha-se concentrado. Marjorie estava entre os dois Pokémon que sobraram com ela, a garota mais Ralts assistiam empolgados, mas sem muito barulho, não queriam perder nada da primeira batalha de ginásio que assistiam. Scare não tinha como saber o que estava pensando, seu rosto e corpo não mexiam muito, só seus olhos, que vez ou outra se mostravam mais atentos com os movimentos de Surskit.
— Saia, Vivillon! — Joga a Poké Ball para o alto.
Uma linda borboleta de asas onde predominava a cor rosa e pequeno corpo monocromático aparece. Ela parecia inofensiva e frágil demais para causar algum mal a Ori, mas as aparências enganam e ela podia muito bem ser tão forte quanto bonita. — Agora Scare emite um pequeno rosnado e um olhar agressivo, talvez o tipo de inseto que ele menos gostasse fossem as borboletas e mariposas.
— Nossa… nunca tinha visto esse Pokémon antes! Mas deixarei para verificar na Pokédex depois… Ori! — Aren chama a atenção do Lucario que volta a ficar atento.
— Pronto? — Viola olha para o garoto que assente, voltando na sequencia para a borboleta. — Vivillon, use Infestation!
Vivillon obedece voando sobre Ori que evadi ao golpe, e em todas as tentativas de atingi-lo.
— Ori, Aura Sphere!
A esfera atinge Vivillon que não tinha como fugir daquilo, mas se recompõe sem problema, e com outro movimento ordenado por Viola, esse que agora atingira seu adversário, Ori tem seus movimentos paralisados pelo Stun Spore.
— Oh, droga!… — Exclama, Aren, mas ele já deveria esperar por um golpe assim vindo de uma borboleta.
— E então, garoto? Vai trocar o seu Lucario?
— Ainda pode lutar Ori? — Aren tinha sua Greal Ball em uma das mãos, mas sabia do que teria como resposta do Lucario teimoso em se dar por vencido.
Ori assente e se esforça um pouco para pôr-se de pé. Prosseguiria com batalha.
— Muito bem, se vai ser assim. — A líder continua.
Viola volta a dar ordens ao seu Pokémon, esse agora usava Gust para reprimir mais os movimentos do chacal. Vendo-se na vantagem, Vivillon se distrai e…. do nada vacila, quase cai! Tinha sido atingida por um Bone Rush que fora lançado de repente por Ori. Ele tinha ficado irritado e ataca por conta própria.
— Ori!… — Aren chama sua atenção para repreende-lo.
— Que houve? — Viola estava surpresa Ori ter atacado sem ter recebido qualquer comando. — Ele não te obedece sempre, é?
— Obedece, mas detesta lutar contra Pokémon voadores por estarem sempre no alto… se irrita com isso. — O garoto fica um pouco constrangido.
— Bom… tudo bem, mas o treine mais contra voadores. É ruim para sua imagem Pokémon agirem por conta própria, sabe? Através deles é analisado o treino e estratégia de seus Trainers.
— Farei isso. Ori, continue com o Bone Rush!
Voltam normalmente para a batalha.
O Pokémon lutador queria trazer a borboleta para baixo onde poderia lutar com ela mais facilmente, batalhas a média ou longa distância não era as suas favoritas. Ori se livra da paralisia e duelam por mais um tempo até tomar um grande impulso e alcançar a borboleta em pleno ar.
“Agora eu te peguei! ” Ori parte para cima de Vivillon com mais um Bone Rush, desta vez em forma de bastão. Ela fica sem saída e recebe o golpe em cheio, cai devagar batendo suas asas relutantes em tocar o chão, mas já estava nas últimas.
“Como… era para você ter ficado paralisado a partida inteira…” Vivillon não estava aceitando a sua derrota.
“Nós, do tipo ‘lutador’ normalmente somos bastante cabeça dura em se tratando de combates… eu nunca cederia por causa de um pó brilhante…”
O juíz declara o Lucario vencedor daquele combate. Vivillon é devolvido a Poké Ball e Surskit a arena.
Surskit cai na arena já deslizando para os lados encarando o Lucario. Enquanto espera Viola, preparava-se para congelar o chão como sempre fazem no início de suas batalhas.
“Não esperava te encontrar novamente…” Surskit se impressiona com o Lucario ainda de pé depois de lutar contra Vivillon.
Ori o olha, mas não responde. Preferia ficar atento para quando os dois Trainers voltassem com o desafio.
— Calma, Surskit. Não vou ordenar que use Ice Beam no chão… ele quebraria todas as vezes. — Responde, Viola, olhando para o outro lado da arena e fitando um garoto e seu Pokémon muito confiantes.
Marjorie se emociona com a batalha e agita a torcida. Ela e Ralts balançavam pompons que nem eles mesmos sabiam de onde tinham tirado.
— Vai lá, Ori!! Você é incrível! Esse pequenino não tem a menor chance!
Ori deixa escapar um sorriso convencido em resposta.
— Bela torcida. Agora… Surskit, o cerque com Double Team e na sequência use Bubble Beam! — Viola comanda.
Mal recebia a ordem e logo Ori já estava rodeado de vários Surskit prontos para cuspir raios de bolhas, algumas presas em seu corpo o deixaria lento. Mas Ori sabia qual era o verdadeiro e desvia de seu ataque saltando de dentro da roda e aterrissando as suas costas, surpreende o inseto com um crítico Shadow Claw.
Susrkit cai inconsciente, a vitória novamente era de Ori.
Marjorie e Ralts vibram empolgados. Logo depois já estavam perto do garoto e Lucario, usando teleporte e levando o espantalho de cactos junto.
— Parabéns pela vitória, foi uma boa luta. — Viola devolve Surskit para a Ball e atravessa arena para entregar a Bug Badge.
— Obrigado! Também gostei da batalha.
A líder entrega a Badge e a turma se despede dela saindo do Gym para um merecido descanso antes de continuar pela cidade, passeando e visitando lojas.

{…}

Tarde chuviscando, a turma se abriga dentro de uma Boutique de chapeis e acessórios. O passeio que tanto ansiavam seria deixado para mais tarde…

Notas finais do capítulo

Esse simples (simples nada, deu trabalho) desenho fiz com muita inspiração e carinho aos meus leitores que tanto os elogiam!

Acho que eu só teria feito o do primeiro por causa do trabalho que dá (sou preguiçoso), mas vocês os curtiram tanto que resolvi continuar com eles (Yeaahh!!) XD

Primeira vez que descrevo uma batalha, por isso está simples e sem muito daqueles efeitos especiais de cinema. Mas de boa, certo? Com o tempo farei melhores! o/

Até o próximo cap.


One thought on “Capítulo 3: Battle Gym: Lucario VS Surskit e Vivillon

Deixar uma resposta