Capítulo 10: Tirando a Ferrugem

Poucas horas para o meio-dia, a turma se afasta da praia para um lugar mais verde e sem turistas para treinarem os Pokémon sem machucar ninguém ou atrapalhar algo entre as competições, não queriam chamar atenção. Vão para um campo aberto cercado de árvores de um lado e terminando no mar ao longe, de outro. É o limite de Cyllage, logo mais seria a rota 10. Mel é avisada do local e deixa seus Pokémon junto aos de seus amigos. O Bulbasaur, Brutahot. A Teddiursa, Teddy, e a Smoochum, Sho.

Enquanto assistem Mel terminar suas coisas esportivas de longe, alguns Pokémon já queriam começar a atividade. Ori está ocioso a jornada toda por não ter encontrado desafiante a altura. Seu máximo foi o desafio de ginásio de Santalune. Scare e Ralts estão na companhia do Lucario enquanto o outros brincam ou descansam por perto. Alex e Lonnie pareciam interessados no que faziam, mas só observavam de longe.

— Já que nunca querem brincar posso treinar com vocês? — Ralts chega num rodopio onde o Lucario escolheu ser um bom lugar para treinos. Espaçoso e sem muita coisa pelo caminho, o que tinha ele tirou.

— Melhor não, não com a gente. — Ori responde sem dar muita atenção, ainda estava distraído verificando o campo.

— Você está tão sério esses dias… mais que o normal.

“Ele só está um pouco ranzinza por não ter tido nenhuma batalha séria até agora.” Scare apenas observava.

— Só encontramos treinadores novatos com Pokémon inexperientes pelo caminho… — Ori cruza os braços, aborrecido. Olha para os dois e algo lhe vem em mente ao encarar Scare. — Ei, Scare. Você é forte e sabe lutar, por que não treina comigo?

“Er… já tem um bom tempo que não faço nada disso.” Ori o encara, ancioso, pelo término da resposta. “Mas… acho que posso te acompanhar hoje.”

— Ótimo. Finalmente uma batalha que vale a pena! Mesmo que só um pouco… — Olha para o cacto que dá de ombros, em seguida se afasta para um aquecimento e para dar tempo de seu adversário se preparar.

— Uau! Ele está mesmo muito ansioso…

Scare suspira, enfadado. Nunca tinha lutado contra Ori, mas já viu o quanto ele é forte e ágil. Preferia ficar de fora e fazer outra coisa, mas o chacal estava tão chateado que acabou cedendo.

— Você não quer lutar, né? — Ralts pergunta sabendo a resposta.

“Não… mas talvez seja bom, será legal depois de tanto tempo.”

— Só espero que não esteja muito sem prática, não pode cair logo no começo.

“Ué… você está sendo legal comigo? Achei que não gostasse de mim por seu ciúme estranho.”

— Não gosto, mas meu problema agora é a coelha fofinha. Se eu quiser que ela troque a Marjorie por você tem que estar inteiro!

“Ela nem tem interesse na sua humana… você é paranóico.”

— Oi, pessoal. A Mel já está vindo para cá e logo vamos começar com o pequeno treino. Verifiquei a pouco e o ginásio é do tipo pedra, Ori, só você vai desafia-lo, né? — Por estar andando com três Pokémon Aren acaba esquecendo que apenas Ori é interessado em batalhas de ginásio entre outros tipos de competições, além de Slime ainda precisar de mais treino se quiser o mesmo, não irá longe com apenas um ativo.

Scare dá um passo para perto do garoto e lhe chama atenção com um pequeno grunindo.

— Você… vai participar desse? — O encara com uma leve expressão de espanto. Scare assente. — Wow! Realmente não esperava… queria, mas não esperava seu interesse tão cedo.

Aren não esconde o sorriso, sente orgulho no Pokémon começar a demonstrar mais sua personalidade e interagir, além de, por vontade própria tomar parte no que antes evitava. Tem bastante curiosidade sobre os hábitos desse Pokémon tão misterioso.

— Vai mesmo participar? — Ori também estava surpreso e ao mesmo tempo contente em ter companhia do mesmo interesse na jornada.

“Sim, eu quero.”

O Cacturne não diz ou faz mais nada depois, apenas aguarda os demais voltarem e seu treinador liberar os dois.

— Oi. Estou muito atrasada? — Mel surge ofegante.

— Não, foi bem pontual até. — Aren responde num tom mais animado que o seu normal.

— Oh, Está sorrindo? Algo bom aconteceu? — Ela brinca e volta sua atenção aos seus Pokémon que se aproximam correndo para a garota, bom, não o Bulbasaur, ele é gordinho e anda no seu ritmo até ela. Marjorie e Kaito acenam para seus Pokémon e esses também retornam para perto. — E então? Como vai ser? Organizaram algo ou será random?

— Acabei não vendo isso… vamos fazer random com apenas os que vão participar.

— E já viu que tipo é o ginásio? — Kaito pergunta.

— Pedra.

— Ivy tem vantagem, Alex é neutro, eu acho, e Button é melhor deixar de fora, né?

— Ele vai levar muito dano, melhor ficar de fora mesmo…

— OK.

— Então a Ivy vai batalhar de novo com a Teddy? — Mel aponta para a ursa que já estava empolgada com a revanche.

Ivy revira os olhos, não tinha gostado da ursa por ser esquentada demais.

— É o que parece. — Ivy bufa para o garoto que rir sem jeito. — Você vai apanhar para os do Aren e Teddy é a que mais bate com seu nível de experiencia.

A Bulbasaur concorda um pouco relutante.

— E você, Marjo? Já sabe o que vai fazer com… como é mesmo? Pokáron alguma coisa. — Mel cutuca a baixinha que não sabe bem o que responder. — Ainda está sem idéias?

Marjorie balança a cabeça positivamente.

— Você só vai saber o que fazer se tentar, ao menos conhece os movimentos deles? — Marjorie se sobressalta corada por não saber quase nada de Ralts e muito menos de Lonnie. — Tudo bem, tudo bem… você é novata, certo? Vamos com calma.

— Own… eu sou um desastre, não sirvo para isso. — Retruca Marjorie com os olhos marejados.

— Não é não! — Ralts se emociona e também fica com os olhos marejados.

Os dois choramigam e se abraçam recebendo apoio emocional do restante. Lonnie se aproxima devagar da garota ajoelhada para abraçar a fada e brinca com seus dedos um pouco inquieta, prossegue estendendo uma das mãos sem encarar.

— Vai se unir de verdade a mim? — Marjorie segura a mão de Lonnie a a puxa para abraçar também, ela e Ralts trocam cotuveladas, mas a garota ignora. Lonnie reclama relutante em ter uma treinadora e que apenas vai ajudar e nada mais.

Retornam a antes.

Com o random Ivy e Teddy são as primeiras a se manifestarem no campo. Mel sabendo da estratégia de envenenar do garoto, toma mais cuidado com os movimentos ordenados do mesmo, apesar de Teddy nem sempre cooperar também. Kaito não fica muito atrás no quesito conhecer seu adverário e pretende usar o temperamento de Teddy contra ela mesmo.

{…}

Mesmo não gostando, Ivy faz algumas provocações que confundem sua rival. Aprendera a conselho de Kaito para que tirasse a ursa do sério um movimento ainda não conhecido para por ela. Swagger.

“Pare de se fazer de durona, você nem é tão forte assim.”

As palavras de Ivy transtorna Teddy que perde a cabeça de vez. Ataca a esmo e falha nos golpes, cada provocação a deixava mais e mais vulnerável.

“Sua… metida a sabichona, fique calada!”

Não dura muito, a batalha novamente termina com a vitória de Ivy que, desta vez o veneno foram palavras feias que a pequena preferia ter evitado, mas que já tinha se cansado do estrelismo de Teddy.

— Ando falhando na educação dela… que constrangedor, duas derrotas seguidas. Vou querer revanche a sério agora, hein? — Mel pega a Pokémon de volta.

— Tudo bem. Continuarei treinando Ivy para sempre estar forte em te enfrentar. — Kaito faz o mesmo com a sua Pokémon e se afasta do campo para dar lugar a outros.

— Beleza, acho que agora são vocês dois. — Aren anuncia para os dois Pokémon que já tinham combinado de se enfrentarem. — Eu não darei comando a vocês, ok? Mas vou me meter se achar necessário.

Os dois concordam e vão para o centro, depois de um cumprimento singelo, começam. Ori materializa um Bone Rush para cada mão e fica a espera de Scare, não o viu se aquecer ou se preparar de nenhuma forma e não sabia nada das habilidades do Cacturne até o momento. As únicas coisas que lhe viam em mente eram ataques comuns do tipo Grass, como atirar folhas laminadas ou chicotadas de cipó.

Ori arremessa os dois Bone Rush já materializando os próximos, esses acertam o Cacturne que tinha colocado seus braços a frente do corpo, para evitar mais projeteis rebate o terceiro e evade os outros. Mesmo não parecendo é bem ágil quando quer. Ainda sem ficar parado, ergue seus braços junto levantando areia presente no local que flutuam ao seu redor, mas talvez sua intenção não seja criar uma tempestade dela, com o espaço pequeno demais para isso machucaria os expectadores.

Lufadas de areia na direção de Ori, um Sand Attack? Não atingem o Lucario e ele usa a oportunidade para um Shadow Claw. — Marjorie é a única a fechar os olhos nos ataques que julga serem mais agressivos. — Scare é atingido pelas garras e novamente coloca seus braços a frente do corpo, afasta o Lucario com os espinhos ganhando centímetros a mais.

“Vai apenas ficar na defensiva?” Ori pergunta intrigado, já não estava mais gostando daquela luta.

“Desculpa, mas estou mesmo enferrujado.”

“… devia ter se aquecido antes.”

Os espinhos dos braços que já estavam maiores aproveita para lança-los como Pin Missile, Ori os afata com um só Bone Rush que tinha a sua altura desta vez e antes que voltasse sua atenção ao Cacturne é supreendido por mais espinhos todos esticados dos braços do espantalho. Várias agulhas perigosas surgem de onde seriam suas mãos, caso essa espécie de Pokémon tivesse alguma. Os que atingem Ori antes que saísse da frente o faz vacilar momentaneamente, e nisso é atacado diretamente com um soco. Scare que estava bem na sua frente tinha sumido e surgido ao seu lado usando um Feint Attack. Ori fica tão aturdido que não responde de imediato.

— Os dois já terminaram? — Marjorie cobre o rosto com suas mãos no movemento Needle Arm.

Aren ri.

— Os dois não estão levando nada a sério, pode ver isso pelos tipos de ataques que estão usando um no outro. — Kaito responde prestanto muita atenção a cada detalhe o máximo que podia.

— Sim, eles não vão querer se machucar antes do ginásio. — Aren completa.

“Estava escondendo o jogo?” Ori se empolga um pouco.

“Não sei o que isso que dizer, mas não.”

“Minha vez de ser súbito.”

Scare tinha abaixado a guarda e Ori usa Quick Attack para uma rápida aproximação. No forte impulso que deu levanta terra de seu ponto de partida, avança com suas palmas contra o peito de Scare com a intenção de joga-lo, e ele não cai, mas não tinha mais como se defender também, já tinha sido pego desprevenido e recebe mais um Shadow Claw que o derruba no chão muito cansado.

O espantalho não tenta mais nada e se mantem inerte.

“Já posso desistir?” exclama o Scare ainda deitado.

“Sério?” Pareceu ter uma ponta de aborrecimento na voz de Ori.

“Sim, sim. Prometo que na próxima eu levo mais a sério, mas agora já deu para mim.”

“Sugiro que treine algumas vezes por semana para a próxima.” Ori sorri.

“Certo, farei isso.”

— Já pode abrir os olhos, Majo. — Mel avisa a colega ao seu lado.

— Não se machucaram, né?

— Que nada, pareciam que estavam brincando mais do que lutando.

Kaito olhava em sua Pokédex informações sobre os dois Pokémon e nem notara o término dela. Aren vai até os dois para ver como estão, Scare se recusa a sair do chão, estava dolorido, meses sem exercícios para do nada uma batalha o deixou exausto. Mas ainda ia participar do desafio de ginásio, agora que entrou não ia arredar o pé disso sem um bom motivo ou grande desvantagem sobre seu tipo.

— Vou trazer água para vocês.

Aren se afasta dos dois em busca de sua mochila e fica mexendo por lá.

“Lutou bem.” Lonnie aparece para falar com Scare.

— Ah, oi. Eu vou ajudar o garoto com a água. Até mais. — Ori sai de imediato deixando o ainda largado no chão, embaraçado.

“Ei…” De longe Ori faz menção para o Cacturne prosseguir sozinho. Esse volta sua atenção para Lonnie saindo do chão e tirando o excesso de terra do seu corpo. “Er… então, achou mesmo que fui bem?”

“Claro.” Pela primeira vez mostra um sorriso amigável.

Ele fica sem reação e totalmente ruborizado.

— Awn! Os dois estão conversando! — Marjorie observa com os olhos brilhando.

— Para isso você não cobre o rosto, né? — Kaito brinca.

— Claro, é fofo!

{…}

Guiados por Melizzana a turma se encontra com o Gym Leader, Grant. Ele tinha participado de uma corrida de bicicleta mais cedo e ainda estava com alguns dos participantes. O evento todo da cidade terminará em uma semana e Grant queria fazer parte do quanto lhe fosse possível. Ele é bem magro e atlético, seu corpo leve o torna ágil em algumas provas, principalmente na escalada de parede, a sua favorita.

Aren e Kaito não são recentes em desafiar o líder, alguns outros que visitaram a cidade só para isso também só puderam desafia-lo entre os intervalos de uma competição e outra. Conversam brevemente e logo o líder se retira para preparar seus Pokémon.

— Estarei esperando por vocês no ginásio.