A caverna dos Diglett

050

  O caminho para a cidade de Vermilion não era tão longo, mas Nones parou diversas vezes no caminho, principalmente porque capturou um Oddish e achava interessante o quão diferente ele era do seu Weepinbell. A Pokédex informou que Oddish evita a luz solar, preferindo ficar na sombra e na luz da lua, seu Weepinbell estava descansando na grama e tomava banho de Sol, enquanto seu Oddish estava sorridente debaixo da sombra das árvores, aproveitou para fazer anotações.

  Pensou em deixar seu Gastly fora da Pokéball, mas, assim como Nones, não gostava muito de ficar no Sol, resolveu então deixar seu Paras, que para sua surpresa preferiu ficar na sombra junto do Oddish – “Interessante, imaginei que ele gostaria de ficar no Sol… isso explica porque encontrei um no Mt. Moon, prefere lugares com pouca claridade e úmidos, provavelmente por causa dos cogumelos em suas costas…” – estava escurecendo, resolveu chegar o quanto antes em Vermilion para se hospedar.

  Na manhã seguinte ouviu algumas pessoas conversando sobre os Diglett, que vários Pokémon se recusavam a batalhar contra eles, sendo difícil de capturar um, Nones partiu em direção a caverna e imaginava o por que dos Pokémon se recusarem a batalhar contra os Diglett. A caverna era grande, na entrada viu um senhor de jaleco que estava descansando sentado perto da entrada, avistou um Diglett se aproximando, arremessou a Pokéball de Gastly, mas para sua surpresa ele não saiu, Diglett trouxe a Pokéball de Gastly para Nones e continuou seu caminho, tentou outro Pokémon, mas não importasse qual escolhesse, não saíam de suas Pokéball – “Por que…. Isso nunca aconteceu antes”.

  “Seus Pokémon perceberam isso antes de você… “ – o senhor de jaleco estava atrás e continuou dizendo – “Sou assistente do Professor Oak, estive estudando os Diglett por muito tempo, caso deseje saber o motivo dos Pokémon não saírem das Pokéball para batalhar contra os Diglett, me acompanhe” – Nones seguiu o assistente até a outra saída da caverna – “Entre, essa cabana é onde estão registradas minhas pesquisas, pode estudá-las o quanto quiser.”

  Aprendeu várias coisas sobre eles, que não gostam de ficarem expostos à luz do Sol, que são extramente rápidos embaixo da terra e entre outras coisas – “Tem muitas coisas sobre eles… mas por que os Pokémon não querem batalhar contra eles?” – o assistente o chamou para visitarem uma pequena fazenda próxima da cabana, Nones não entendeu por que estava vendo uma fazenda e que relação isso teria com Diglett. Algum momento depois apareceram vários Diglett e estavam trazendo alguns restos de folhas, deixaram-nas espalhadas pela plantação – “Os Digeltt ajudam na plantação, a terra fica bem fértil com a ajuda deles e também trazem restos de folhas, troncos, plantas e atua como adubo, ajudando ainda mais as plantações próximas” – estava sem palavras, nunca teria imaginado que os Diglett faziam isso, para sua surpresa, o assistente o chamou para irem para caverna novamente.

  “Essa caverna também foi feita pelos Diglett e alguns Dugtrio, que são mais raros de se ver por aqui, são Pokémon incríveis”– percebeu que estavam seguindo vários Diglett que estavam indo em direção à cidade de Vermilion, os Diglett foram para a direção oposta à cidade, eles estavam plantando árvores na floresta – “Vejo que agora entendeu o motivo, talvez a floresta toda foi plantada pelos Diglett, os Pokémon sabem disso, é uma coisa incrível, sem sombra de dúvidas!” – Nones fez várias anotações em seu notebook, sem sombra de dúvidas descobriu coisas muito importantes sobre eles – “Caso queira estudá-los mais, pode ficar hospedado na minha cabana, não é tão grande, mas tem outro quarto lá e é mais próxima da caverna do que o centro Pokémon de Vermilion” – Nones aceitou a oferta, queria analisar todas as pesquisas feitas pelo assistente e estava ansioso em descobrir mais e mais.

sig2-Sora

Deixar uma resposta