Floresta Ilex – 1


  “Acredito que seja amigo do Sylvester, prazer em conhecê-lo, me chamo Yosaku” – o pai de Sylvester serviu outra porção para Bep – “Obrigado! Na verdade, conheci ele hoje enquanto estava explorando a floresta, ele contou que vocês fazem carvão com a lenha dessa floresta, poderia me mostrar como é feito?” – respondeu positivamente com a cabeça – “Mas só amanhã, já está tarde e estou cansado, haha”.

  Bep acordou ao ouvir um barulho do lado de fora, estendeu o seu Gear para ver o horário: “10 da manhã… acordaram cedo assim?”, arrumou suas coisas e saiu, seguiu o barulho até encontrar Yosaku e um Magmar – “Oh, não te acordamos porque começamos bem cedo, é aqui que fazemos o carvão” – Yosaku apontou para uma lareira, estava acesa e havia um tambor de metal – “Sylvester e Farfetch’d cortam algumas árvores e fazer o processo de curar a madeira delas para utilizar como lenha, colocamos a lenha dentro deste tambor de metal e, com a ajuda de Magmar, acendemos a lareira e fazemos o carvão”.

  “Pai, estou indo com Farfetch’d preparar mais lenha” – Bep perguntou se podia acompanhá-lo – “Claro! O processo para preparar a lenha é um pouco demorado, mas pode nos ajudar a plantar as árvores no caminho!”. Não entendeu o que Sylvester quis dizer com plantar as árvores, mas continuou seguindo-o – “Certo, aqui mesmo” – Bep pensou que mandaria Farfetch’d cortar as árvores, mas, para sua surpresa, Sylvester tirou algumas sementes de uma sacola e, com a ajuda de Farfetch’d, colocou-as na terra – “Vocês também ajudam a reflorestar?” – Sylvester terminou de plantar as sementes e virou-se para responder Bep – “Sim, sim. Se apenas cortássemos as árvores, um dia essa floresta não iria mais existir… os Pokémon que vivem aqui ajudam a plantar também, mas com a nossa ajuda, a floresta não morrerá”.

  Assim que terminaram de semear, ouviram o som de várias árvores caindo não muito longe dali – “Oh não, a floresta! Farfetch’d, vamos!” – Bep pediu para que esperassem – “Calma! Eu vou com vocês!” – saíram correndo na direção do barulho que escutaram.


Deixar uma resposta