Entrevista da Famitsu com Junichi Masuda sobre Pokémon em 2016


EDIT: Parece que tudo relacionado a este post  sobre a entrevista da Famitsu com Junichi Masuda não é verdade. Seguindo fontes de um site espanhol, fomos levados a acreditar que pudesse ser verdade. O que não sabíamos, é que dia 28 de Dezembro é a versão deles do nosso 1 de Abril, dia das mentiras. Em outro site de origem espanhol, também saiu uma notícia sobre a Beta do Pokémon GO já estar disponível.

Pedimos imensa desculpa por não termos verificado melhor a fonte.

Em entrevista com a revista japonesa, Famitsu, Junichi Masuda revela algumas coisas sobre Pokémon para o ano que vêm. E para alguns fãs de Pokémon, nem tudo o que ele revela parece ser o que todos querem…

pokego

Famitsu: Quais serão os novos jogos de Pokémon que sairão em 2016?
Masuda: Pokémon Go será a maior revolução da franquia, levando tudo o que foi visto nos jogos, tal como ORAS, parao mundo real. Desta forma, os jogadores poderão afastar-se da monotonia de uma história já pré-concebida. Os novos aspectos irão dar início a um desafio mais real aos treinadores.

 

Famitsu: Isso que dizer que não sairá um jogo da série principal em 2016?
rbgyMasuda: De momento a Game Freak está trabalhando em outros projectos além de Pokémon e está a ajudar a Niantic com o desenvolvimento de Pokémon GO. E nós ja ouvimos os jogadores mais tradicionais, e para eles iremos lançar no dia de aniversário de Pokémon, dia 27 de Fevereiro, os jogos Pokémon Red, Blue, Green e Yellow para a Virtual Console da 3DS. Estas versões irão estrear o modo multiplayer no Virtual Consola, permitindo assim trocas e batalhas com outra 3DS em modo local.

vgcsFamitsu: Porquê decidiram permitir o uso de Pokémon Lendários no VGC 2016?
Masuda: Tínhamos em mente que o novo formato competitivo de 2016 seria o Pokémon GO, mas o jogo ainda não estará disponível no início do ano como tinha sido anunciado, decidimos então manter o ORAS, mas alteramos algumas das regras usadas desde 2010. Mas para o próximo ano, se o Pokémon GO fizer o sucesso que esperamos, poderemos ver os jogadores a batalhar com os seus próprios Pokémon que capturaram nas suas cidades e recebendo Championship Points, por cada uma das batalhas realizadas. Pois toda a informação de batalhas são verificadas pelos servidores da Niantic. De modo que, qualquer jogador poderá classificar-se para o World Championship. Os jogadores que não tiverem muito tempo, poderão utilizar as microtransacções para treinar os seus Pokémon de forma mais rápida.

Famitsu: As microtransacções não irão desequilibrar o modo competitivo?
Masuda: Já existe um desequilíbrio no competitivo dos jogos, pois muitos jogadores utilizam métodos não oficiais para modificarem os seus Pokémon sem terem que treiná-los. Não que isso seja de grande vantagem para o treinador durante uma batalha, mas poupa-lhe o tempo em treinar os seus Pokémon. E com as microtransacções em Pokémon GO, irá acontecer o mesmo.

 photo inline-image-6_zpsu7i2hjyf.jpg

Famitsu: Espera-se ver novos Pokémon em Pokémon GO?
Masuda: Sim, além do recém anunciado Volcanion, poderão encontrar o Greninja do Ash e a Floette Eternal de AZ. Para isso, estamos a trabalhar lado a lado com a Niantic no desenvolvimento do Pokémon GO. Mas estes novos Pokémon ainda não estarão disponíveis quando o jogo sair, mas sim em futuras actualizações.


O que podemos ver desta entrevista, é que parece que a Game Freak não parece muito interessada em continuar os jogos tradicionais como conhecemos, pois Masuda disse que jogos tradicionais já teremos o RBGY para a Virtual Console. E que estão focados em Pokémon GO e que ele será o novo passo para a franquia, tanto como novo modo de jogo, principalmente a nível competitivo.

O que acharam desta entrevista? Será que não haverá de facto um “Pokémon Z”? Foi ORAS o fim de Pokémon como o conhecemos? Será Pokémon GO o novo formato básico de jogo?

Fonte: PkParaiso

Sasaru Sig


2 thoughts on “Entrevista da Famitsu com Junichi Masuda sobre Pokémon em 2016

  1. Bem, parece-me que foram enganados 😛 A Fonte é de um Site Espanhol que eu costumo seguir, e nesta data, Dia de los Inocentes, Basicamente uma versão do dia das mentiras, eles costumam pregar partidas destas ( lembro-me de uma falsa Scan da Famitsu de que iria haver um DLC de Battle Frontier para OR&AS ). Mas era até engraçado que o formato competitivo fosse no GO.

Deixar uma resposta