Pokémon Black Hack

“Eu sou alguém a quem se pode chamar de coleccionador de jogos modificados Pokémon. Pokémon Diamon & Jade, Chaos Black, etc… É fantástica a frequência com que se encontram este tipo de jogos na internet e em lojas populares. Normalmente são muito divertidos e engraçados com os seus erros de tradução e com a sua qualidade baixa. Eu sempre conseguia arranjar a maioria dos jogos online, mas existe um que eu nunca ouvi falar. Comprei-o numa lojinha há aproximadamente cinco anos atrás.

Aqui está uma foto do cartucho, para o caso de alguém o reconhecer.             

A tela inicial do jogo era a mesma do Red e do Blue, com os familiares Pokémon Nidorino e Gengar. No entanto a tela de start era diferente. Red estava lá, no entanto não havia nenhum Pokémon a seu lado como nas outras versões. Também tinha escrito “Black Version” embaixo do logotipo. Assim que seleccionei New Game, o jogo começou normalmente, com o Professor Oak a falar. Apercebi-me logo que o jogo era basicamente a versão Red.

Depois de seleccionar o Pokémon inicial (neste jogo os iniciais eram Bulbasaur, Charmander e Squirtle), fui ver a minha lista de Pokémons e notei que tinha um outro Pokémon.

“GHOST”

O Pokémon estava a nível 1, o seu sprite era como o dos fantasmas da Pokémon Tower em Lavender, ele tinha apenas o ataque Curse, mas nesta geração ainda não existia, então provavelmente foi colocado no jogo.

O Pokémon adversário não podia atacar Ghost, aparecia a mensagem que ele estava com muito medo para agir e quando o ataque curse era utilizado no meio da batalha, o ecrã ficava todo preto. O choro do Pokémon adversário era escutado, porém distorcido, numa frequência mais aguda que o normal. A tela de batalha reaparecia, e o Pokémon adversário já não estava lá. Se fosse numa batalha contra um treinador, quando aparecem as pokebolas que representam os pokémons do treinador, havia uma pokébola a menos. Para mim isso queria dizer que o Pokémon morreu, além disso o mais estranho é que ao vencer um treinador aparecia a mensagem “Red recebeu $ 200 por ganhar”, mas se seleccionasse “Curse”, quando retornasse ao mapa podia notar que o treinador havia desaparecido.

Depois de sair e entrar novamente na área dava para notar uma tumba onde estava o treinador, semelhantes às tumbas da Poxkémon Tower de Lavender.

O jogo muda um pouco depois de derrotar a Elite 4

Depois de ver o Hall of Fame, que consistia no Ghost e em outros Pokémons que levei, o ecrã ficou todo preto e apareceu a seguinte mensagem:

“Alguns anos depois..”

De seguida aparece a Pokémon Tower em Lavender, lá está um  velho parado, a olhar para as tumbas, então apercebi-me que o velho era o meu personagem.

O velho move-se com metade da velocidade de um personagem normal. O jogador não possui mais nenhum Pokémon, nem mesmo o Ghost, que antes era impossível de remover da equipa de depositar no pc.

O mapa está vazio, não existe mais nenhum NPC, mas as tumbas dos treinadores derrotados. Andando apenas um pouco pelo mapa, eu percebi o quão grande era o número de tumbas e quão grande o número de treinadores em que derrotei com o Curse.

Dava para ir a qualquer lugar do mapa nesse momento, no entanto o movimento era limitado pois não possuía qualquer Pokémon para utilizar HMs e, independentemente de onde estivesse, a música da cidade de Lavender continuava em um loop infinito.

Depois de pensar por um momento, eu descobri que na Diglett’s Cave, um dos arbustos cortáveis que normalmente bloqueia o caminho havia desaparecido. Isso permitiu que eu avançasse e voltasse para a cidade de Pallet.

Ao entrar na casa do personagem e ir exactamente onde o jogo se inicia, o ecrã volta a ficar todo preto.

Então apareceu a imagem de uma Caterpie…

Ela foi substituída por uma Ponyta…

… e então um Pidgey.

Rapidamente percebi que os Pokémons que estavam a aparecer eram todos aqueles em que eu amaldiçoei com o curse.

Após a figura do Pokémon do meu rival, apareceu na tela um youngster…

…então um Gambler…

… e então o meu rival.

Enquanto apareciam os pokémons e treinadores amaldiçoados, tocava a música da cidade de Lavender, porém ela ia ficando mais aguda. Quando o meu rival apareceu ela parecia mais um estrondo demoníaco.

O ecrã ficou preto novamente…

Segundos depois, a tela de batalha aparece, o meu treinador era agora um velho, o mesmo que ensina como capturar pokémons em Viridian.

Ghost apareceu do outro lado, junto com a seguinte frase

“GHOST wants to fight!”

Eu não podia usar itens e não possuía pokémons, se tentasse fugir também não conseguia, a única opção era “FIGHT”. Ao carregar fight, imediatamente usava o ataque Struggle (debater-se), o qual não afectava Ghost, porém eu perdia um pouco de HP.

Quando Ghost atacava, simplesmente aparecia a mensagem “…”                         

Quando o meu HP chegou ao ponto crítico, Ghost finalmente utilizou o Curse.

Apareceu o ecrã todo preto pela última vez e independentemente do que eu fizesse ficava preso nesse ecrã e a única solução era desligar o Game Boy.

Ao ligar de novo o Game Boy, a única opção que aparecia era New Game, pois o save file foi automaticamente apagado.

Voltei a jogar esta versão várias vezes, e acabou sempre da mesma forma. Das vezes que não usei o Ghost, no fim não apareciam fotos de treinadores ou pokémons amaldiçoados, apenas ia logo para a cena final “Battle with the Ghost”.

Este jogo foi muito bem feito para ser uma versão hack. Acho que o criador estava a tentar mandar uma mensagem através do jogo; a morte é inevitável? Ou então apenas quis inserir morte e horror num jogo infantil.

Há algo intrigante sobre o mundo Pokémon, os Pokémons são armas, mas são amigos. Lutam até à morte, mas nunca morrem…

Após jogar várias vezes ao jogo, eu voltei à lojinha onde o comprei e o vendi ao primeiro estranho que se interessou por ele, mas eu não lhe contei o que estava naquele cartucho…

Um dia antes de o vender, joguei normalmente como sempre e terminei o jogo. Quando estava pronto para desligar o Game Boy, o telefone tocou, (fiquei cerca de 15 minutos ao telefone) quando o desliguei ouvi algo vindo do meu quarto. Ao entrar vi algo no ecrã do Game Boy. Eu estava excitado, pois talvez houvesse algo mais no hack que eu ainda não tivesse descoberto. Peguei no Game Boy e estavam duas luzes vermelhas no ecrã e sobre essas luzes vermelhas apareceu uma mensagem…

GHOST curses you”. “

Fonte:

http://pt-br.creepypastabrasil.wikia.com/wiki/Wiki_Creepypasta_Brasil

Inohe Sig

Deixar uma resposta